Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > InforMMA > Mais Notícias > Voluntários recolhem lixo no litoral
Início do conteúdo da página

Notícias

Voluntários recolhem lixo no litoral

Evento em Santos (SP) reuniu cerca de 2 mil pessoas na praia do Gonzaga. Em Rio Grande (RS) voluntários limparam 9 km de praia com ajuda da Marinha

Publicado: Segunda, 23 Setembro 2019 09:23 Última modificação: Sexta, 04 Outubro 2019 20:59 Autor: Luiz Motta
Crédito: divulgação: Ascom/MMA Alunos da rede municipal de Santos foram voluntários na ação Alunos da rede municipal de Santos foram voluntários na ação
Brasília – O dia nublado com previsão de chuva não desanimou os cerca de 2 mil voluntários que caminharam pela orla da cidade, sábado (21 pela manhã, para recolher lixos descartados indevidamente, que se acumulavam na praia.

Dia Mundial da Limpeza, já tradicional na cidade, recebeu neste ano o apoio do Ministério do Meio Ambiente, cuja atual gestão tem como prioridade a Agenda de Qualidade Ambiental Urbana. A agenda engloba os temas Lixo no Mar, Resíduos Sólidos, Áreas Verdes Urbanas, Qualidade do Ar, Saneamento e Qualidade das Águas e Áreas Contaminadas.

Segundo o coordenador da Secretaria de Qualidade Ambiental, Ricardo Haponiuk, “essas pessoas (os voluntários) estão mostrando comprometimento, são agentes de transformação”, afirmou. Haponiuk disse que a realização do evento teve, além da parceria entre MMA e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, a participação da iniciativa privada, ONGs e universidades. “É uma satisfação para o MMA ver na prática os resultados das ações previstas no Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar, lançado em março deste ano”, afirmou.

No final do evento, foram coletados cerca de 300 quilos de resíduos, entre garrafas PET, vidro e até rodas e pneus de carro. Só de pontas de cigarros foram 11 quilos. Esses resíduos serão separados e encaminhados para destinação ambiental adequada pela ONG Sem Fronteira.

Segundo o secretário municipal de Meio Ambiente, Marcos Libório, “o importante é conscientizar a população para o compartilhamento de responsabilidades, só com a participação de todos poderemos evitar que o lixo urbano chegue nos oceanos”.

RIO GRANDE DO SUL

Já no balneário Cassino, em Rio Grande (RS), a parceria foi entre MMA e o Núcleo de Educação e Monitoramento Ambiental (Nema), além de outras instituições. Ao todo cerca de 250 voluntários percorreram 9 quilômetros de praia. A iniciativa envolveu esforço maior que engloba 23 projetos patrocinados pelo Programa Petrobras Socioambiental, cuja meta é coletar 12 toneladas de resíduos em 140 km de praia entre o Pará e o Rio Grande do Sul.

De acordo com o coordenador do Nema, Sérgio Estima, “os participantes tiveram a oportunidade de se envolver com a preservação dos ecossistemas locais, e refletir sobre padrões de consume e como fazer pra diminuí-los".

A Marinha enviou 100 militares ao evento, que se somaram aos voluntários. O vice-almirante Flavio Brasil disse que práticas assim se tornaram cotidianas na corporação – não apenas em datas comemorativas. E ressaltou a importância da participação dos alunos: “Eventos voltados para jovens são importante para que eles repliquem esse tipo de comportamento entre suas áreas de convivência”.

O secretário de Qualidade Ambiental do MMA, André França, também fez um balanço positivo. “Foram mais de cem ações apoiadas pelo ministério, em cerca de 60 municípios de todo o Brasil”, contabilizou. Ele disse que o envolvimento da sociedade é fundamental não só para a recuperação do ambiente, mas para conscientização dessas pessoas. “O lixo destinado de forma correta evita que os ecossistemas marinhos e costeiros sejam prejudicados, e traga prejuízos para o turismo e para a economia de uma forma geral”, afirmou.

SANTA CATARINA

Em Santa Catarina, entre as ações do Dia Mundial da Limpeza, houve uma mobilização na Comunidade de Praia na Ponte do Imaruim, em Palhoça, que começou cedo, às 8h30. Foram recolhidas aproximadamente 5 toneladas de lixo. A organização e mobilização ficou a cargo do projeto Palhoça Menos Lixo. 

Representantes das organizações parceiras ministraram um bate papo de conscientização sobre recolhimento de resíduos sólidos e detritos. O evento também contou com a presença José Santos, chefe de Divisão da Aquicultura e Pesca da Superintendência do Ministério da Agricultura em Santa Catarina, que já vem somando esforços junto ao setor pesqueiro e com o projeto para a conscientização sobre combate ao lixo no mar. O projeto já atua em toda a costa marítima da cidade de Palhoça e realiza mutirões. Os resultados são compartilhados de forma voluntária com diversas instituições públicas e privadas do setor de Oceanografia.

Participaram das atividades militares da Capitania dos Portos de Santa Catarina, Polícia Militar Ambiental, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Sustentável do estado de SC, Instituto do Meio Ambiente de SC, Projeto Tamar, cidadãos, voluntários, entidades públicas, privadas e do terceiro setor.

Ascom MMA
(61) 2028-1227

 
Ler 1680 vezes Última modificação emSexta, 04 Outubro 2019 20:59
Fim do conteúdo da página