Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Biodiversidade Aquática

Biodiversidade Aquática (48)

Biodiversidade Aquática é um termo abrangente que considera tanto o conjunto dos ecossistemas aquáticos continentais, costeiros e marinhos como os seres vivos que vivem ou passam parte de seu ciclo biológico nestes ambientes. Parte destes organismos vivos, como peixes, moluscos, crustáceos e algas é considerado como " recurso pesqueiro" uma vez em  que são alvo da atividade pesqueira.

Embora a distribuição geográfica dos ambientes aquáticos não seja uniforme, eles estão presentes em todos os biomas brasileiros. Além disso, são diversos os interesses pelo uso da biodiversidade aquática ou dos recursos hídricos, cuja quantidade e qualidade são fundamentais para a manutenção da dinâmica destes ecossistemas.

A água é a base da vida conferindo um valor intrínseco aos ambientes aquáticos. Assim, as diretrizes, ações e políticas devem ser transversais não apenas geograficamente , mas setorialmente.

Reconhecendo a importância, fragilidade e transversalidade do tema foi criada a Gerência de Biodiversidade Aquática e Recursos Pesqueiros que tem como missão definir políticas públicas de conservação e uso sustentável da biodiversidade aquática no Brasil. Para tanto, contamos com diversos parceiros e com a importante execução dos institutos vinculados como o IBAMA e o ICMBio e, no caso específico dos recursos pesqueiros, trabalhamos lado a lado também com o Ministério da Pesca e Aquicultura.

Dentre as ações em execução, destacam-se aquelas de coordenação da implementação da Convenção de Zonas ùmidas de Importância Internacional - Convenção de Ramsar; as de conservação de alguns ecossistemas considerados como berçários e também com alta produtividade da zona costeira e marinha, tais como os recifes de coral e os manguezais; as ações integradas de conservação e uso sustentável dos recursos pesqueiros, além do desenvolvimento da vertente ambiental do Programa Antártico Brasileiro.

Dessa forma, nossa intenção é divulgar curiosidades e levar até você algumas informações sobre os programas e ações, esperando ganhar mais um parceiro para a conservação da biodiversidade aquática brasileira.

Sexta, 09 Novembro 2018 11:07

Dia Mundial das Áreas Úmidas 2019

Zonas Úmidas e a Mudança do Clima 2 de fevereiro de 2019   Em 1997, o dia 2 de fevereiro foi instituído pelo Comitê Permanente da Convenção de Ramsar como Dia Mundial das Áreas Úmidas (World Wetlands Day). A data foi definida em homenagem ao dia da adoção da Convenção: 2 de fevereiro de 1971, na cidade iraniana de Ramsar. A finalidade do Dia Mundial das Áreas Úmidas é estimular a realização, por governos, organizações da sociedade civil e grupos de cidadãos, de ações e atividades que chamem a atenção da sociedade para a importância das áreas úmidas, para a necessidade de sua proteção e para os benefícios que o cumprimento dos objetivos da Convenção pode proporcionar.A cada ano, o Secretariado da Convenção sugere um tema para as ações desenvolvidas pelos países membros da Convenção de Ramsar e o ano de 2019 o tema será Zonas  úmidas e Mudança do Clima. Os materiais de divulgação estão disponíveis em português aqui abaixo e os materiais em inglês, espanhol e francês podem ser acessados no link  www.worldwetlandsday.org .     Conheça o Portal sobre  sobre educação e conscientização pública em mudança do clima no link  educaclima.gov.br  O EducaClima é o portal do Ministério do Meio Ambiente sobre educação e conscientização pública em mudança do clima, uma plataforma de gestão do conhecimento. Seu lançamento ocorreu no dia 16 de março de 2018, Dia Nacional de Conscientização sobre as Mudanças Climáticas. O portal reúne conteúdo relevante sobre mudança do clima: o que é e o que podemos fazer, compromissos de governo, ações de educação, legislação, publicações, sites, gráficos, filmes e vídeos, aplicativos para celular, cursos, negociação internacional, notícias e muito mais. É um resumo do tema, por diversas vozes e atores; um panorama colaborativo. Aqui o cidadão entende o que é feito no país e encontra os pontos a melhorar. Nossa função é mostrar que muito foi feito até agora e que muito ainda pode ser feito daqui em diante, disseminando o conhecimento produzido sobre a mudança do clima. Eventos  No 2 de fevereiro no Parque Nacional da Lagoa do Peixe, em Mostards, Rio Grande do Sul, ocorrerá atividade para o público sobre as áreas úmidas e as aves limícolas. O evento é organizado pela SAVE Brasil, com apoio do ICMBio e da Prefeitura de Mostardas/RS. Outras informações em www.savebrasil.org.br FOLHETOS sobre as Áreas Úmidas           Outros Materiais             CONCURSO DE FOTOS 2018/2019 - De outubro a Novembro de 2018    O concurso de fotos sobre áreas úmidas de 2018  terminou em 25 de novembro de 2018O regulamento está no link https://www.worldwetlandsday.org/ e a inscrição pode ser feita online no mesmo link .São três categorias -  jovens ( de 18 a 25 anos)/ Amadores/Profissionais  Dia Mundial das Áreas Úmidas - Anos Anteriores: 2018 | 2017 |2016 | 2015 | 2014 | 2013 | 2012 | 2011
Segunda, 15 Outubro 2018 09:52

Campanhas Anteriores

Campanha Conduta Consciente em Ambientes Recifais (Recifes de Coral) Essa iniciativa faz parte da Campanha de Conduta Consciente em Ambientes Naturais promovida pela Secretaria de Biodiversidade e Florestas do Ministério do Meio Ambiente. Esta campanha foi desenvolvida em 2001, com apoio financeiro da Convenção de Ramsar, e  em parceria com os gestores das unidades de conservação (IBAMA), com a Universidade Federal de Pernambuco, e com  o Instituto Recifes Costeiros. O objetivo é  informar aos usuários de unidades de conservação e de ambientes com recifes de coral sobre a importância da preservação dessas áreas e incentivar uma prática responsável durante as atividades recreativas em locais com recifes de coral.  Em 2005 a campanha recebeu apoio financeiro da NFWF - National Fish and Wildlife Foundation em parceria com a ONG Mater Natura. De 2006 a 2012  outros parceiros  também participaram da divulgação da campanha como o Projeto Coral Vivo (BA/RJ), a ONG Oceânica (RN) , o Instituto de Meio Ambiente de Alagoas( IMA-AL), o Parque Nacional Marinho de Abrolhos (ICMBio), a Secretaria de Meio Ambiente de Caravelas (BA), a ONG Promar de Itaparica - BA, entre outros. No momento a campanha está sendo reavaliada. Para outras informações, favor escrever para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. document.getElementById('cloakb305dd0d10a48eebc4fbddf75ac4f91b').innerHTML = ''; var prefix = 'ma' + 'il' + 'to'; var path = 'hr' + 'ef' + '='; var addyb305dd0d10a48eebc4fbddf75ac4f91b = 'gba' + '@'; addyb305dd0d10a48eebc4fbddf75ac4f91b = addyb305dd0d10a48eebc4fbddf75ac4f91b + 'mma' + '.' + 'gov' + '.' + 'br'; var addy_textb305dd0d10a48eebc4fbddf75ac4f91b = 'gba' + '@' + 'mma' + '.' + 'gov' + '.' + 'br';document.getElementById('cloakb305dd0d10a48eebc4fbddf75ac4f91b').innerHTML += ''+addy_textb305dd0d10a48eebc4fbddf75ac4f91b+''; • Adesivo• Cartaz • Livro para Multiplicadores da Campanha de Conduta Consciente em Ambientes Recifais Campanha de Conduta Consciente em Ambientes Marinhos Ela foi lançada com o objetivo de divulgar a importância de se preservar os ambientes marinhos e incentivar uma prática responsável a ser adotada nas atividades turísticas que envolvam observação de mamíferos marinhos (baleia franca e baleia jubarte) e divulgar maneiras de contribuir com a pesquisa sobre o encalhe desses animais. A parceira para o desenvolvimento do material foi desenvolvida com o ICMBio/APA da Baleia Franca em Santa Catarina e com o ICMBio/Parque Nacional Marinho de Abrolhos e o Instituto Baleia Jubarte.• Campanha de Conduta Consciente em Ambientes Marinhos - Baleia Franca• Campanha de Conduta Consciente em Ambientes Marinhos - Baleia Jubarte Campanha de Conduta Consciente em Praias   A campanha foi desenvolvida em parceria com o Instituto Ratones, o Programa Bandeira Azul de Certificação de Praias , o Projeto Orla/MMA, a Universidade Federal de Pernambuco/LEGECE e a ONG Paranampuka com o objetivo de divulgar informações sobre a praia, sua biodiversidade e dicas sobre saúde, segurança e de como visitar esses locais, sem causar muito impacto. • Adesivo • Livreto Ano Internacional dos Recifes de Coral - 2018
#header { background: linear-gradient(rgb(33, 96, 189), rgb(58, 114, 188)); color: white; text-align: center; position: relative; padding: 3px; margin: 5px; text-transform: uppercase; border-radius: 4px; } #message { font-weight: 600; border: 1px solid rgb(33, 55, 108); text-align: center; border-radius: 4px; background: linear-gradient(rgb(240, 242, 241) , rgb(236, 237, 241)); box-shadow: 2px 2px 2px rgb(33, 55, 108); } #nota { font-weight: 100; text-align: center; margin: 10px; border-radius: 4px; } #timer { margin: 5px; padding: 5px; text-align: center; border-radius: 4px; } #timer h4{ display: inline-block; font-weight: 600; } .timer_box1{ display: inline-block; padding: 5px; text-align: center; width: 25pt; border-radius: 4px; border: 3px solid rgb(33, 55, 108); background: linear-gradient(rgb(33, 96, 189) , rgb(58, 114, 188)); color: white; } .timer_box2{ display: inline-block; padding: 5px; text-align: center; width: 25pt; border-radius: 4px; border: 3px solid rgb(33, 55, 108); background: linear-gradient(rgb(33, 96, 189) , rgb(58, 114, 188)); color: white; } h4 { margin: 7px } #data { text-align: center; font-size: 10px } Acompanhe a utilização das COTAS 2018! Última atualização: 28/06/2018 Entradas Provenientes da Pesca Industrial: 0 0 0 0 , 0 toneladas TEMPORADA DE PESCA INDUSTRIAL, ENCERRADA! PORTARIA Nº 63, DE 11 DE JUNHO DE 2018 Até o momento, foram utilizados % da cota Entradas Provenientes da Pesca Artesanal: 0 0 0 0 , 0 toneladas TEMPORADA DE PESCA ARTESANAL, ENCERRADA! PORTARIA Nº 63, DE 11 DE JUNHO DE 2018 Até o momento, foram utilizados % da cota -- // = 100){ mudaCor2("linear-gradient(rgb(205, 0, 0) , rgb(154, 16, 16))", "white") } else { if(percentArt >= 70){ mudaCor2("linear-gradient(rgb(252, 221, 78), rgb(249, 196, 4))", "black") } } function mudaCor1(corFundo, corLetra) { var box = document.getElementsByClassName('timer_box1'); for(i=0; i= 100){ mudaCor1("linear-gradient(rgb(205, 0, 0) , rgb(154, 16, 16))", "white") } else { if(percentInd >= 70){ mudaCor1("linear-gradient(rgb(252, 221, 78), rgb(249, 196, 4))", "black") } } ;
Segunda, 11 Dezembro 2017 16:47

Dia Mundial das Áreas Úmidas 2018

Áreas Úmidas para um futuro urbano sustentável2 de fevereiro de 2018      Em 1997, o dia 2 de fevereiro foi instituído pelo Comitê Permanente da Convenção de Ramsar como Dia Mundial das Áreas Úmidas (World Wetlands Day). A data foi definida em homenagem ao dia da adoção da Convenção: 2 de fevereiro de 1971, na cidade iraniana de Ramsar. A finalidade do Dia Mundial das Áreas Úmidas é estimular a realização, por governos, organizações da sociedade civil e grupos de cidadãos, de ações e atividades que chamem a atenção da sociedade para a importância das áreas úmidas, para a necessidade de sua proteção e para os benefícios que o cumprimento dos objetivos da Convenção pode proporcionar. A cada ano, o Secretariado da Convenção sugere um tema para as ações desenvolvidas pelos países membros da Convenção de Ramsar. O aumento do número de cidades faz com que a demanda por terras afete as áreas úmidas  que são degradadas e transformadas em áreas construídas. A preocupação com o ambiente urbano e as áreas úmidas fez com que a  Convenção de Ramsar escolhesse como tema de 2018 a discussão sobre a importância das Áreas Úmidas para um futuro urbano sustentável. Os materiais de divulgação estão disponíveis em português e os materiais em inglês, espanhol e francês podem ser acessados no link  www.worldwetlandsday.org . Os eventos já confirmados nos Sítios Ramsar e em outras áreas úmidas no Brasil: No SESC Pantanal - Mato Grosso de 31/1 a 2/2 de 14 as 18 hs Espaço Fábrica no SESC Poconé Oficina de miniaturas e Maquetes Público - alvo : professores e artistas ( maiores de 18 anos) de Poconé, São Pedro de Joselânida e região 20 vagas   de 2 a 28/2 8 as 18 hs Hall do SESC Poconé Exposição de maquetes e painéis sobre áreas úmidas e o ambiente urbano   2/2 - de 18 as 20 hs Hall do Sesc Poconé Debate sobre Áreas úmidas para um futuro urbano sustentável com a prof Cátia Nunes Lançamento do Livro Marcos Referenciais para a Lei Federal do Pantanal e gestão de Outras áreas úmidas - autoria de Cátia Nunes, Erica Cezarine de Arruda e Wolfgang Junk . Abertura da exposição da Campanha do Dia Mundial das Áreas Úmidas . Público Alvo : escolas universidade, poder público. Parque Nacional Marinho de Abrolhosdia 2/2 na Sede do Parque em Caravelas - BACoquetel de encerramento do curso para dive masters no Parque Nacional Marinho de Abrolhos. Evento do Dia Mundial das Áreas Úmidas e Ano Internacional dos Recifes de Coral - horário : 16 horas.   Parque Estadual da Ilha do Cardoso -Ilha do Cardoso -SP Atividades com visitantes sobre manguezal e recifes de coral. Dia 2 de fevereiro de 2018 no Parque Estadual da Ilha do Cardoso. Organização pela Associação dos Monitores Ambientais de Cananéia/UNESP Registro Informações: 013 38511212  Atividades com visitantes na cachoeira do Mandira- Cananéia - SP  Dia 2 de fevereiro de 2018  Organização pela Associação dos Monitores Ambientais de Cananéia/UNESP Registro Informações: 013 38511212 Baixe o material de divulgação: - Guia para educadores Dia Mundial das Areas Umidas 2018- Poster de Divulgação- Infográfico Áreas úmidas no meio Ambiente FOLHETOS sobre as Áreas Úmidas              Cartaz para divulgação Dia Mundial das Áreas Úmidas - Anos Anteriores: 2018 | 2017 |2016 | 2015 | 2014 | 2013 | 2012 | 2011
Quarta, 08 Fevereiro 2017 17:07

Cópia Teste

Em janeiro de 1997, entrou em vigor a Lei nº 9.433/1997, também conhecida como Lei das Águas. O instrumento legal instituiu a Política Nacional de Recursos Hídricos (PNRH) e criou o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (Singreh). A água é considerada um bem de domínio público e um recurso natural limitado, dotado de valor econômico. A Lei prevê que a gestão dos recursos hídricos deve proporcionar os usos múltiplos das águas, de forma descentralizada e participativa, contando com a participação do Poder Público, dos usuários e das comunidades. Em 2017, a Lei das Águas completa 20 anos e no dia 22 de março comemora-se o Dia Mundial das Águas. Em comemoração a essas datas, o Ministério do Meio Ambiente e seus parceiros vão promover uma série de atividades (seminários, corrida, passeio ciclístico, etc.) em Brasília (DF) com o objetivo de ampliar a conscientização sobre a água e a crise hídrica. Programação  30/3 25/3 - DIA 25/3 - NOITE 24/3 23/3 22/3 21/3 16/3 15/3 30/3Copa VerdeJogo pelas águas - futebol e ações sustentáveisRemo x Santos do AmapáBelém (PA) - Estádio MangueirãoHorário: 19h30. 25/3 - DIACorrida e Caminhada pelas Águas | Local: Parque da Cidade - Estacionamento 7 - Horário: 7h às 11h - Realização: ANA e Adasa7h - Entrega dos Kits8h - Abertura do Evento - (Paulo Salles - Diretor - Presidente da Adasa). Esperamos a presença do Governador e da Secretária de Esportes8h15 - Largada da Corrida e Caminhada pela Água 201710h30 - Premiação corrida11h00 - Encerramento.Ocupe o Lago | Local: Ermida Dom Bosco - Horário: 8h às 13h 08h00 – Abertura das atividades com apresentação de Taiko (tambores japoneses) | Criação do painel de grafite #dma2017 com o grafiteiro OnealExposição do Museu Itinerante da Limpeza Urbana – SLU | Exposição Ambiente Consciência – Ibram | Exposição fotográfica do Massaru Emoto – Energia da Água | Distribuição de cartilhas de uso consciente do Lago Paranoá | Simulação de remo olímpico em máquinas08h10 – Início das competições esportivas: Remo Skiff, VA’A – Canoa Havaiana, Catamarã, Paracanoagem, Caiaque09h00 – Início do Tour das Pontes, com crianças com síndrome de down e carentes da Estrutural,do projeto Estruturando | Oficinas de skate longboard com os Longbrothers | Show – Rafael Pereira, Striks/Marinho/Rafael09h30 – Roda de Capoeira com o Grupo Raízes do Brasil | Skate D’água com o Surfe do Cerrado| Trilha ecológica com coleta de resíduos sob a coordenação da Faculdade Mackenzie, com a participação do Grupo Aventureiros Solidários10h15 – Apresentação dos Jovens de Expressão | Show – Hakucados | Godoy (vocalista da banda Rupestre)11h15 – Início da prática de yoga/meditação | Pesquisa investigativa sobre a percepção do visitante – Faculdade Mackenzie | Show – Wagner Gamma e banda12h30 – Previsão de término das competições esportivas (remo, caiaque e canoa havaiana) | Premiação das competições12h50 – Apresentação do Deep Water Running, com o prof. Ed | Apresentação do Sereísmo| Show – Banda Nova Raiz13h00 – Fim da yoga/meditação | Homenagem à Massaru Emoto13h30 – Abraço coletivo com sup (stand up paddle), caiaques, canoas, pranchas e embarcações. Mestre de cerimônias: atriz Maria PaulaCoordenação: #ondasup e Surfistas do Cerrado14h00 – Término do evento no Parque Ecológico Dom Bosco15h30 – Início das atividades com o Grupo Escoteiro Gavião Real. Recolhimento de resíduos nas margens do Parque Vivencial II, com retirada de armadilhas para peixes.*Programação dinâmica e sujeita a alterações. Pedimos confirmar as possíveis atualizações no site ocupeolago.org.*As emissões de CO2 geradas pelo evento serão contabilizadas pelo Instituto CO2 Zero, para posterior compensação com o plantio de bosques nas margens do Lago Paranoá. 25/3 - NOITEHora do Planeta/Passeio Ciclístico Noturno | Local: Museu da República - Horário: 19h30 às 21h3019h30 – Concentração20h00 – Solenidade oficial e contagem regressiva com a presença do Ministro do Meio Ambiente, autoridades do MMA, ONGs, do Governo Federal e Distrital20h30 – Shows com artistas locais, como Beto Dourah e Banda Hakucados | Bicicletada na esplanada dos Ministérios20h30 às 21h30 – Apagar das luzes do Congresso Nacional, Museu da República e Catedral de Brasília21h30 – Retorno do passeio ciclístico e sorteio de brindes22h – Encerramento do evento. 24/3Seminário na ADASA: Crise Hídrica – Desafios e Oportunidades: A relação dos Serviços Públicos de Saneamento com a Água e a importância da sua Regulação Horário: Período da tardeLocal: Auditório da ADASARealização: Adasa- Entrega dos troféus “Guardião da Água”, certificados, assinatura de outorgas etc;- Oferecimento de troféu a (04) quatro personalidades de destaque na preservação dos recursos hídricos e (5) cinco Placas de reconhecimento (incluindo observadores).- Coffee Break (para todos os participantes).Lançamento do Plano Recupera CerradoLocal: Cerratenses - Centro de Excelência do Cerrado - Jardim Botânico de BrasíliaHorário: 14hInformações: www.aliancacerrado.netEste endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. document.getElementById('cloak6a809aab32b30815577688c02a1ed348').innerHTML = ''; var prefix = 'ma' + 'il' + 'to'; var path = 'hr' + 'ef' + '='; var addy6a809aab32b30815577688c02a1ed348 = 'assessoriacerratenses' + '@'; addy6a809aab32b30815577688c02a1ed348 = addy6a809aab32b30815577688c02a1ed348 + 'gmail' + '.' + 'com'; var addy_text6a809aab32b30815577688c02a1ed348 = 'assessoriacerratenses' + '@' + 'gmail' + '.' + 'com';document.getElementById('cloak6a809aab32b30815577688c02a1ed348').innerHTML += ''+addy_text6a809aab32b30815577688c02a1ed348+''; Coordenação: Cerratenses - Centro de Excelência do Cerrado 23/3Evento Da ADASA no Pipiripau com parceiros Local: Núcleo Rural PipiripauHorário: 9h às 12hPúblico: Convidados e autoridades.Realização: Adasa9h – Abertura (Auditório na Taquara)9h30 – 11h00 – Visita em propriedades de produtores de água11h00 – Entrega de Cheques simbólico de pagamento por serviço ambientais - PSA e assinatura de contratos com produtores de água11h00 – Plantio de mudas9h as 12h - Palestras e dinâmicas para conscientização do uso racional da água pelo projeto ADASA na Escola na Agrovila Taquara12h - Almoço 22/3 Seminário Águas do Brasil - 20 anos da Lei das ÁguasLocal: Auditório Ipê Amarelo - Ministério do Meio Ambiente - Esplanada dos Ministérios - Bloco BHorário: 8h às 17hRealização: ANA e MMAFaça sua inscrição gratuitamente pelo link: https://goo.gl/forms/fouigwyKBzXlVm7C208h – Credenciamento e café de boas-vindas – Frente Parlamentar Ambientalista8h30 – Apresentação “A qualidade da água nas bacias da Mata Atlântica” Malu Ribeiro – SOS Mata Atlântica9h – Mesa 1 “Governança e Segurança Hídrica”• Presidente da Mesa - Maurício Voivodic – Diretor-Executivo do WWF• Rodrigo Rollemberg – Governador do Distrito Federal• Helder Barbalho - Ministro da Integração Nacional• Sarney Filho – Ministro do Meio Ambiente.10h30 – Mesa 2: “20 anos da Lei das Águas: Avanços e Desafios”• Presidente da Mesa - Marcelo Cruz – Secretário Executivo do MMA• Fábio Feldmann – Consultor, Ex-Deputado, Relator da Lei nº 9.433/97• Vicente Andreu – Diretor-Presidente da ANA• José Carlos Carvalho – Consultor (Ex-Ministro do Meio Ambiente)12h – Almoço13h30 – Palestra sobre dessalinização em IsraelPalestrante: Oded Distel, Diretor do Programa Nacional de Água e Energia Renovável de Israel14h – Mesa 3: “Sustentabilidade e Participação Social”• Presidente da Mesa – André Vilhena – Diretor-executivo do Compromisso Empresarial para Reciclagem - CEMPRE• André Lima - Secretário de Meio Ambiente do DF• Samuel Barreto – Gerente Nacional de Água da The Nature Conservancy (TNC)15h às 16h30 - Mesa 4: “20 anos da Lei das Águas: Perspectivas de Aperfeiçoamento”• Presidente da Mesa: Jair Vieira Tánnus Júnior – Secretário de Recursos Hídricos e Qualidade Ambiental do MMA• Maurício Boratto - Centro de Estudos e Debates Estratégicos (CEDES) Câmara dos Deputados• Paula Freitas – Especialista Sênior em Recursos Hídricos do Banco Mundial16h30 às 17h30 – Lançamento Mundial Relatório da UNESCO “Waste Water (organizado pela Unesco)• Abertura• Mensagem em vídeo da Diretora-Geral da UNESCO, Irina Bokova• Apresentação do Relatório Mundial da UNESCO “Waste Water”, Miguel Doria• Debate com especialistas: Fernando Gomes da Silva - Diretor Técnico do Aquapolo Ambiental SA., e Devanir Garcia dos Santos - Gerente Executivo da Coordenação de Implementação de Projetos Indutores da Agência Nacional de Águas – ANAEvento Água e Agricultura como determinantes sociais da saúdeHorário: 8h às 11h30Local: tenda do CERPIS (ao lado do Hospital Regional de Planaltina)Informações: (61) 3388-9673 ou 3388-9760Promoção: EAPSUS/Fepecs/SES-DF; Matres Socioambiental; CSA Brasília e CERPIS/Região de Saúde Norte 21/3Seminário Águas do Brasil - 20 anos da Lei das ÁguasLocal: Auditório Nereu Ramos na Câmara dos DeputadosHorário: 17h às 19h30Realização: ANA e MMAFaça sua inscrição gratuitamente pelo link: https://goo.gl/forms/fouigwyKBzXlVm7C217h – Abertura solene e palestra magna sobre os 20 anos da Lei das Águas, com a presença de autoridades– Palestra de Aroldo Cedraz – Ministro do TCU, Relator da Lei nº 9.433/97– Palestra sobre 8º Fórum Mundial da Água – Paulo Salles - Diretor-Presidente da ADASA19h00 – Lançamentos, anúncios e atos19h30 – Coquetel de Encerramento 16/3Comitê Criativo da Virada do Cerrado- Tema ÁguaLocal: Centro de Convenções Ulisses Guimarães, sala da Condetur, 1 andar.Horário: 9h às 12hMais informações: (61) 3214-5621Realização: SEMA-DF 15/3Evento de acolhimento da Campanha da Fraternidade 2017 - Biomas brasileiros e a defesa da vida.Local: Auditório Ipê Amarelo - Ministério do Meio Ambiente - Esplanada dos Ministérios -Bloco B -Horário: 8h30Realização: MMAMais informações: https://goo.gl/f3wVbrMatérias sobre o Mês das ÁguasEspecialistas defendem o reúso da água "O desafio é grande para todos”, diz Oded DistelPainel discute desafios e avanços da Lei das Águas"É preciso ir além da mitigação", diz ministroMinistério amplia estação ecológica no RSComeça Seminário sobre a Lei das ÁguasSeminário debate os 20 anos da Lei das ÁguasMês das Águas promoverá conscientização
Quinta, 15 Dezembro 2016 10:44

Dia Mundial das Áreas Úmidas 2017

2 de fevereiro de 2017 Áreas Úmidas e a Redução de Riscos de Desastres      Em 1997, o dia 2 de fevereiro foi instituído pelo Comitê Permanente da Convenção de Ramsar como Dia Mundial das Áreas Úmidas (World Wetlands Day). A data foi definida em homenagem ao dia da adoção da Convenção: 2 de fevereiro de 1971, na cidade iraniana de Ramsar. A finalidade do Dia Mundial das Áreas Úmidas é estimular a realização, por governos, organizações da sociedade civil e grupos de cidadãos, de ações e atividades que chamem a atenção da sociedade para a importância das áreas úmidas, para a necessidade de sua proteção e para os benefícios que o cumprimento dos objetivos da Convenção pode proporcionar. A cada ano, o secretariado da Convenção sugere um tema para as ações desenvolvidas pelos países membros da Convenção de Ramsar. Com o aumento da preocupação mundial em relação aos eventos climáticos extremos, a Convenção de Ramsar escolheu como tema de 2017 a discussão sobre a importância das Áreas Úmidas para a Redução de Riscos de Desastres.O concurso de fotos para jovens sobre Áreas Úmidas e a Redução de Riscos de Desastres ocorreu no período de 2 de fevereiro a 2 de março de 2017, voltado para  jovens de 18 a 25 anos. Outras informações em  www.worldwetlandsday.org . O edital esta disponível aqui.Baixe o material de divulgação:- Cartaz do Concurso de Fotos para a Juventude sobre Áreas Úmidas- Cartaz do Dia Mundial das Áreas Úmidas (2 de fevereiro)- Guia para o Dia Mundial das Áreas Úmidas (para parceiros, organizadores de eventos e educadores)Dia Mundial das Áreas Úmidas 2017 A frequência de desastres em função de eventos extremos do clima no mundo duplicou em apenas 35 anos, e temos como exemplo as secas, os ciclones tropicais e inundações. Segundo a ONU Água cerca de 90% dos perigos naturais estão relacionados com a  água e o Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas ( IPCC) prevê um número maior de eventos extremos no futuro.  Por que a juventude? Adolescentes e jovens têm grande interesse por temas ambientais, têm facilidade em lidar com tecnologia, redes sociais etc. e acreditam muito em suas habilidades para fazer a diferença. Eles atuam como formadores de opinião, levando mensagens para a família e grupos de amigos, causando um efeito que pode influenciar a sociedade em geral. Os jovens estão despertando para as questões ambiental e política, cada vez mais, no Brasil. Eles são motivados a acreditar que sua ação pode fazer a diferença. A organização de uma ação do Dia Mundial das Áreas úmidas pode fazer a diferença ao direcionar seu trabalho para os jovens. A Convenção de Ramsar lançou em 2 de fevereiro de 2017 o Concurso de Fotos para Juventude sobre as Áreas úmidas e Redução de Riscos de Desastres. - O concurso foi aberto para jovens de 18-25 anos  - Todas as fotos deveriam ser enviadas, de 2 de fevereiro a 2 de março de 2017, até às 24h do dia 2 de março de 2017, no horário Suíço,  para o site  www.worldwetlandsday.org - Ao se inscrever o candidato concorda com as regras do concurso e com o fato de que a foto foi produzida por ele. Todos os direitos das fotos foram repassados para o Secretariado da Convenção de Ramsar e serão usados em eventos educacionais relacionadas com a conservação e o uso sustentável das Áreas úmidas. - O prêmio será uma viagem para uma Área Úmida - um Sítio Ramsar, com a doação da passagem pela Star Alliance Biosphere Connections. - Para outras informações: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. document.getElementById('cloak1c34a217db2ff776ff6b3866fd53ee73').innerHTML = ''; var prefix = 'ma' + 'il' + 'to'; var path = 'hr' + 'ef' + '='; var addy1c34a217db2ff776ff6b3866fd53ee73 = 'cnzu' + '@'; addy1c34a217db2ff776ff6b3866fd53ee73 = addy1c34a217db2ff776ff6b3866fd53ee73 + 'mma' + '.' + 'gov' + '.' + 'br'; var addy_text1c34a217db2ff776ff6b3866fd53ee73 = 'cnzu' + '@' + 'mma' + '.' + 'gov' + '.' + 'br';document.getElementById('cloak1c34a217db2ff776ff6b3866fd53ee73').innerHTML += ''+addy_text1c34a217db2ff776ff6b3866fd53ee73+''; FOLHETOS sobre as áreas úmidas              Dia Mundial das Áreas Úmidas - Anos Anteriores: 2017 |2016 | 2015 | 2014 | 2013 | 2012 | 2011
Segunda, 01 Fevereiro 2016 11:40

Dia Mundial das Áreas Úmidas 2015

Dia Mundial das Áreas Úmidas (2 de fevereiro de 2015) Áreas úmidas para o nosso futuroEm 1997, o dia 2 de fevereiro foi instituído pelo Comitê Permanente da Convenção de Ramsar como Dia Mundial das Áreas Úmidas (World Wetlands Day). A data foi definida em homenagem ao dia da adoção da Convenção: 2 de fevereiro de 1971, na cidade iraniana de Ramsar.A finalidade do Dia Mundial das Áreas Úmidas é estimular a realização, por governos, organizações da sociedade civil e grupos de cidadãos, de ações e atividades que chamem a atenção da sociedade para a importância das áreas úmidas, para a necessidade de sua proteção e para os benefícios que o cumprimento dos objetivos da Convenção pode proporcionar.A cada ano, o secretariado da Convenção sugere um tema para as ações desenvolvidas pelos países membros da Convenção de Ramsar.Este ano o tema é “Áreas Úmidas para o nosso futuro” e tem como objetivo despertar a atenção dos jovens para a conservação das áreas úmidas.Dia Mundial das Áreas Úmidas 2015 no BrasilO futuro da humanidade depende das áreas úmidas. Esse ecossistema fornece e purifica a água, enquanto reabastece as águas subterrâneas. Ele também fornece peixes, que alimentam bilhões de pessoas, atua como uma esponja natural para a proteção contra enchentes e seca, assegura a proteção das áreas costeiras quando o nível do mar aumenta e ajuda na luta contra a mudança do clima.A juventude e a sociedade em geral ainda não conhecem todos os benefícios das áreas úmidas. Na verdade, as áreas úmidas podem ser comparadas a áreas abandonadas, em que se pode cobrir ou converter para ser usada com outra finalidade. Os cientistas estimam que 64% das áreas úmidas mundiais já desapareceram desde 1900. Para o Dia Mundial das Áreas Úmidas, está sendo solicitada ajuda para criar consciência sobre a importância das áreas úmidas para o futuro do planeta. O foco para o Dia Mundial das Áreas Úmidas 2015 será o grupo de amanhã: jovens de 15 a 24 anos.- Baixe o GUIA para organizadores do Dia Mundial das Áreas Úmidas 2015- Baixe o FOLDER e ajude a divulgar o Dia Mundial das Áreas Úmidas 2015Por que a juventude?Adolescentes e jovens têm grande interesse por temas ambientais, têm facilidade em lidar com tecnologia, redes sociais etc. e acreditam muito em suas habilidades para fazer a diferença. Eles atuam como formadores de opinião, levando mensagens para a família e grupos de amigos, causando um efeito que pode influenciar a sociedade em geral. Os jovens estão despertando para as questões ambiental e política, cada vez mais, no Brasil. Eles são motivados a acreditar que sua ação pode fazer a diferença. A organização de uma ação do Dia Mundial das Áreas úmidas pode fazer a diferença ao direcionar seu trabalho para os jovens.A Convenção de Ramsar lançará em 2 de fevereiro de 2015 o Concurso de Fotos para Juventude sobre as Áreas úmidas.- O concurso é aberto para jovens de 15-24 anos - Todas as fotos devem ser tiradas com celular ou câmera digital em uma área úmida, de 2 de fevereiro a 2 de março de 2015, e enviadas, até às 24h do dia 2 de março de 2015, no horário Suíço,  para o site www.worldwetlandsday.org- Todos os direitos das fotos serão repassados para o Secretariado da Convenção de Ramsar- O prêmio será uma viagem para uma área úmida que o vencedor escolher, com doação da passagem pela Star Alliance Biosphere Connections.- Confira o regulamento. - Para outras informações: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. document.getElementById('cloak14c1eebe35d6f0b612e57c2712541fc7').innerHTML = ''; var prefix = 'ma' + 'il' + 'to'; var path = 'hr' + 'ef' + '='; var addy14c1eebe35d6f0b612e57c2712541fc7 = 'gba' + '@'; addy14c1eebe35d6f0b612e57c2712541fc7 = addy14c1eebe35d6f0b612e57c2712541fc7 + 'mma' + '.' + 'gov' + '.' + 'br'; var addy_text14c1eebe35d6f0b612e57c2712541fc7 = 'gba' + '@' + 'mma' + '.' + 'gov' + '.' + 'br';document.getElementById('cloak14c1eebe35d6f0b612e57c2712541fc7').innerHTML += ''+addy_text14c1eebe35d6f0b612e57c2712541fc7+''; " data-mce-href="mailto:Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. document.getElementById('cloakcb03e1f44f20119b2b4654682493fdf0').innerHTML = ''; var prefix = 'ma' + 'il' + 'to'; var path = 'hr' + 'ef' + '='; var addycb03e1f44f20119b2b4654682493fdf0 = 'gba' + '@'; addycb03e1f44f20119b2b4654682493fdf0 = addycb03e1f44f20119b2b4654682493fdf0 + 'mma' + '.' + 'gov' + '.' + 'br'; var addy_textcb03e1f44f20119b2b4654682493fdf0 = 'gba' + '@' + 'mma' + '.' + 'gov' + '.' + 'br';document.getElementById('cloakcb03e1f44f20119b2b4654682493fdf0').innerHTML += ''+addy_textcb03e1f44f20119b2b4654682493fdf0+''; ">Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. document.getElementById('cloakb42d6fdc74c7c3683fc74b1c2b077635').innerHTML = ''; var prefix = 'ma' + 'il' + 'to'; var path = 'hr' + 'ef' + '='; var addyb42d6fdc74c7c3683fc74b1c2b077635 = 'gba' + '@'; addyb42d6fdc74c7c3683fc74b1c2b077635 = addyb42d6fdc74c7c3683fc74b1c2b077635 + 'mma' + '.' + 'gov' + '.' + 'br'; var addy_textb42d6fdc74c7c3683fc74b1c2b077635 = 'gba' + '@' + 'mma' + '.' + 'gov' + '.' + 'br';document.getElementById('cloakb42d6fdc74c7c3683fc74b1c2b077635').innerHTML += ''+addy_textb42d6fdc74c7c3683fc74b1c2b077635+'';  - Baixe o CARTAZ e ajude a divulgar o concurso: versão para impressão com corte e versão para impressão sem corteGuias sobre as áreas úmidas ......  ......   ......  ... ...  ...  ......  ...  ......  ...  ......  ...  ...  ... Anos anteriores:2014 | 2013 | 2012 | 2011
Segunda, 25 Maio 2015 18:51

Plano de Gestão da Tainha

Rodrigo Medeiros (UFPR) Em maio de 2015, o Ministério do Meio Ambiente (MMA) e o Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA) aprovaram o “Plano de Gestão para o Uso Sustentável da Tainha (Mugil liza) nas Regiões Sudeste e Sul do Brasil”, formalizado através da Portaria Interministerial nº 03, de 14 de maio de 2015. Esse Plano de Gestão foi elaborado a partir de um esforço conjunto de técnicos do MMA, IBAMA, ICMBio e MPA, partindo dos resultados apresentados pelo Grupo Técnico de Trabalho da Tainha em 2014, que também contou com a presença de pesquisadores e representantes do setor pesqueiro. Como parte do processo de elaboração do Plano de Gestão da Tainha, foi realizado um amplo levantamento dos dados e dos trabalhos científicos disponíveis para caracterizar aspectos da biologia, ecologia, tecnologia e socioeconomia da pesca de tainha nas regiões SE e S do Brasil. O Plano de Gestão contou com o aporte de informações do Projeto Tainha, o mais abrangente projeto de pesquisa em desenvolvimento sobre a espécie, que envolve instituições de pesquisa de vários estados e é coordenado pela Fundação Universidade Federal de Rio Grande. As propostas de ordenamento da pesca contidas no Plano foram discutidas e acordadas com representantes do setor pesqueiro nos dias 23 e 24 abril de 2015, durante uma reunião na sede do MPA em Brasília, o que subsidiou a publicação da Portaria Interministerial nº 04, de 14 de maio de 2015, que iniciou a implementação do Plano de Gestão, assim como a Portaria Interministerial nº 23, DE 27 de abril de 2017, que a substituiu nos anos seguintes. Em 2018, atendendo à previsão da Portaria Interministerial nº 03, de 14 de maio de 2015., o Plano de Gestão sofreu uma alteração significativa: a inclusão de um novo cenário de implementação, baseado no estabelecimento de uma cota global de captura, que considerou a avaliação de estoque realizada por pesquisadores com apoio da ONG OCEANA. Acompanhe AQUI a utilização das cotas de captura de tainha A avaliação de estoque foi submetida ao Subcomitê-científico (SCC) do Comitê Permanente de Gestão dos Recursos Pelágicos Sudeste e Sul (CPG-Pelágicos), juntamente com a proposta de inclusão do novo cenário no Plano de Gestão. O SCC recepcionou a avaliação de estoque e, representados por seu presidente, manifestou concordância com as propostas durante a 4ª reunião ordinária do CPG-Pelágicos, que aprovou a alteração do plano e a inclusão de um novo cenário para o Plano de Gestão, incorporando a possibilidade de implementação de cotas de captura que se dará agora, em 2018. Clique aqui para baixar o Plano de Gestão Atualizado. Além das cotas de captura, sobre as quais você pode encontrar mais informações nesse site, ainda persistirão outras diversas medidas de ordenamento visando a promoção do uso sustentável dentre as quais destacam-se: Temporadas de pesca escalonadas por modalidade: - de 1º de maio a 31 de julho para pescarias artesanais de pequena escala (desembarcada, arrasto de praia e emalhe de superfície sem uso de redes anilhadas); - de 15 de maio a 31 de julho para a pesca artesanal de média escala (emalhe anilhado); - de 1º de junho a 31 de julho para a pesca industrial, de grande escala (embarcações de cerco/traineira); A limitação no número de embarcações de cerco/traineira e de emalhe-anilhado, tomando por base o volume de captura permitido pela cota para cada modalidade; A obrigatoriedade de adesão ao Programa de Rastreamento de Embarcações por Satélite (PREPS) para os barcos de cerco industrial; A exclusão total das operações de pesca do cerco industrial em áreas costeiras onde ocorre a migração reprodutiva da tainha: - 10 milhas náuticas (MN) da costa no RS; - 5 MN de SC a SP, e; - 3 MN da costa no RJ e no ES (no caso de embarcações maiores que 10 AB, a exclusão no RJ e ES é de 5 MN da costa). Voltar para as orientações gerais:
Quarta, 08 Abril 2015 16:51

Períodos de defeso

Defeso é uma medida que visa proteger os organismos aquáticos durante as fases mais críticas de seus ciclos de vida, como a época de sua reprodução ou ainda de seu maior crescimento. Dessa forma, o período de defeso favorece a sustentabilidade do uso dos estoques pesqueiros e evita a pesca quando os peixes estão mais vulneráveis à captura, por estarem reunidos em cardumes
Terça, 20 Janeiro 2015 17:19

Dia Mundial das Zonas Úmidas 2011

Dia Mundial das Zonas Úmidas (2 de fevereiro de 2011) Florestas para Água e Zonas Úmidas     Clique na imagem e passe as páginas da revista   Eventos comemorativos no BrasilEm comemoração aos 40 anos da Convenção das Zonas Úmidas, foi anunciado no dia 31 de janeiro de 2011, o primeiro lugar do concurso para Gestão Sustentável de Sítios Ramsar nas Américas para a Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, no Amazonas. O prêmio foi entregue no dia 2 de fevereiro, em Huatulco, México, quando se comemorou o Dia Mundial das Zonas Úmidas. Representantes dos países das Américas, entre eles o Ministério do Meio Ambiente, estão reunidos no México para simpósios temáticos. A gerente de Biodiversidade Aquática e Recursos Pesqueiros  Dra Ana Paula Leite Prates, Autoridade Administrativa da Convenção de Ramsar no Brasil, foi responsável pela apresentação de atividades desenvolvidas nos Sítios Ramsar brasileiros. Publicação comemorativa dos 40 anos da Convenção de Ramsar
Página 1 de 4
Fim do conteúdo da página