O que é o CONAMA
    Quem é quem                   (+)
    Resoluções e outros atos
    Legislação ambiental
    Procedimentos e Formulários
    Reuniões plenárias
    CIPAM
    Câmaras técnicas e GTs
    Câmara Especial Recursal
    Processos                        (+)
    Calendário de reuniões
    Eventos especiais
    CNEA
    Como navegar no sítio
   
    Responsável pelo conteúdo: conama@mma.gov.br

Boletins quinzenais

 
 
Mercados no Rio querem conscientizar população sobre consumo sustentável

Entre as preocupações do setor está a economia de energia, o uso de equipamentos adequados para evitar a perda de alimentos e o descarte correto de embalagens

Com o tema A Era do Relacionamento: Consumo Consciente, foi aberta nesta terça-feira (18/3), no Riocentro, a 26ª Super Rio ExpoFood, considerada uma das maiores feiras de alimentos, bebidas, equipamentos, serviços e tecnologia da América Latina. Entre as preocupações do setor está a economia de energia, o uso de equipamentos adequados para evitar a perda de alimentos e o descarte correto de embalagens.

Falando à Agência Brasil, o presidente da Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (Asserj), promotor do evento, Aylton Fornari, disse que a preocupação com o Meio Ambiente e, em consequência, o Consumo Consciente, é uma situação mundial. “Não é só nossa. Acho até que o Brasil está um pouco atrasado nisso. O Meio Ambiente é uma coisa que a gente tem que preservar e cuidar. Somos todos responsáveis, desde o governo até o cidadão”.

É preciso, sustentou, que haja uma conscientização cada vez maior em relação ao cuidado com o Meio Ambiente. “Nós consumimos e descartamos. É isso que a gente quer divulgar e transmitir, para ver se conscientizamos cada vez mais as pessoas a cuidar disso”.

Em função dos eventos ligados à Copa do Mundo, a Asserj está com uma expectativa positiva em relação ao desempenho do setor este ano. O crescimento real projetado para as vendas alcança 4%, contra 1,5% registrado no ano passado. Fornari admitiu que a vinda de turistas para os jogos da Copa “sempre pode melhorar um pouco” as vendas dos supermercados.

O setor supermercadista fluminense responde pela geração de 90 mil empregos diretos e cerca de 200 mil postos de trabalho indiretos. “O número de pessoas que dependem do setor, no estado, deve chegar a 400 mil”, externou. A Asserj tem mais de 600 associados, desde grandes e pequenas redes de supermercados até lojas de pequenos comerciantes, sobretudo no interior.

A 26ª Super Rio ExpoFod vai até o próximo dia 20 com a meta de superar em 10% o volume de negócios registrados na edição anterior, de R$ 153 milhões, reunindo expositores nacionais e estrangeiros. Este ano, representantes de Portugal, Polônia, Turquia, Itália e Vietnã participam do evento, que reúne ainda profissionais da indústria, atacadistas e distribuidores de equipamentos e produtos.

Veículo: Correio Web
Data: 18/03/09
Tema: Meio Ambiente


Voltar