O que é o CONAMA
    Quem é quem                   (+)
    Resoluções e outros atos
    Legislação ambiental
    Procedimentos e Formulários
    Reuniões plenárias
    CIPAM
    Câmaras técnicas e GTs
    Câmara Especial Recursal
    Processos                        (+)
    Calendário de reuniões
    Eventos especiais
    CNEA
    Como navegar no sítio
   
    Responsável pelo conteúdo: conama@mma.gov.br

Boletins quinzenais

 
 
Ministros visitam Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses

 

A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, e o ministro do Turismo, Gastão Vieira, visitaram, nesta segunda-feira (24), às 10h30, o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, acompanhados pelo presidente do Conselho da CVC, Guilherme Paulus. A visita faz parte do acordo firmado entre as duas pastas para estimular o turismo nos parques brasileiros.
Os ministros visitaram o local onde será implantado o Centro de Atendimento ao Visitante do Parque, parte de um conjunto de obras no valor de R$ 2,7 milhões, que tem como objetivo facilitar o acesso ao parque e melhorar as condições de recepção aos turistas. Além deste aporte, o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses receberá investimentos de R$ 1 milhão do projeto Parques da Copa, que vai destinar R$ 10,4 milhões para obras de acesso e sinalização em 11 unidades de conservação federais.

“Precisamos melhorar a infraestrutura para atender o turista para viabilizar o turismo, criar empregos e preservar o parque e seu entorno”, declarou a ministra. “Para construir um turismo sustentável na região, precisamos mudar o patamar dessa discussão. É para isso que fizemos essa parceria com o Ministério do Turismo”.

A ministra do Meio Ambiente afirmou que os ministérios estão identificando os atrativos turísticos dos parques e buscando caracterizar seus usos. “Caso contrário, abrimos as portas para um turismo que é muito bom a curto prazo, mas com o tempo acaba descaracterizando o parque”, acrescentou.

“A parceria com o Ministério do Meio Ambiente vai colocar na prateleira o principal produto do turismo brasileiro: nossos atrativos naturais. Até 2020 serão 60 parques nacionais abertos à visitação”, comemorou o ministro do Turismo, Gastão Vieira. Ele afirmou que os investimentos vão beneficiar também cidades vizinhas, abrindo novas oportunidades de geração de emprego e renda para as populações locais.

Fluxo maior

Segundo a assessoria do Ministério do Turismo, a expectativa é que os novos investimentos aumentem em 30% o fluxo no parque maranhense, que hoje recebe 200 mil visitantes por ano. De acordo com um estudo elaborado pelo Fórum Econômico Mundial, o Brasil é o primeiro do mundo em atrativos naturais. O trabalho avalia diversos itens estruturais do turismo em mais de 140 países em todo o mundo.

A comitiva fez também uma visita ao aeroporto de Barreirinhas, cidade localizada a 265 km de São Luís, principal porta de acesso ao parque dos Lençóis Maranhenses. O presidente do Conselho da CVC e membro do Conselho Nacional de Turismo, Guilherme Paulus, acompanhou os ministros na visita. O convite para o empresário é um movimento do MTur para mostrar as potencialidades da região e estimular vôos fretados ao aeroporto de Barreirinhas, que foi declarado em operação com a aeronave que transportou os dois ministros.

Como parte da estratégia de fortalecimento do turismo sustentável na região, o presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Roberto Vizentin, criou o Conselho Consultivo do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, por meio da Portaria nº 16 do Diário Oficial da União, em 21 de fevereiro. O Conselho, que será composto por representantes da administração pública e segmentos da sociedade civil, terá por finalidade contribuir para o efetivo cumprimento dos objetivos de criação e implantação da unidade de conservação dos Lençóis Maranhenses.
Campanha de incentivo ao Turismo
A campanha custeada pelo Ministério do Turismo será veiculada na internet, em revistas, por folhetos, em parada de ônibus, prédios públicos e por meio de vídeos promocionais, e espera-se obter um crescimento de 20% no número de visitantes, nos próximos anos. O público-alvo é formado por famílias, jovens, casais e grupos que apreciam atividades ao ar livre.

Além de mostrar as belezas naturais do País, a campanha pretende sensibilizar os cidadãos para a conservação dos parques, além de destacar a diversidade dos biomas brasileiros e desfazer a imagem estereotipada de que a visita às unidades é possível apenas para o "mochileiro" ou praticante de atividades radicais.
Parques nacionais da campanha
Norte: Anavilhanas (AM)
Nordeste: Lençóis Maranhenses (MA), Jericoacoara (CE), Ubajara (CE), Marinho de Fernando de Noronha (PE) e Chapada Diamantina (BA)
Centro-Oeste: Brasília (DF), Chapada dos Guimarães (MT) e Chapada dos Veadeiros (GO)
Sudeste: Serra do Cipó (MG), Tijuca (RJ), Serra dos Órgãos (RJ) e Itatiaia (RJ/MG)
Sul: Iguaçu (PR), Aparados da Serra (RS/SC) e Serra Geral (RS/SC)

Veículo: Portal Brasil
Data: 25/02/2014
Tema: Meio Ambiente


Voltar