Segunda, 22 Outubro 2012 18:30

Reflorestamento ambiental

Produção de água, geração de renda e estratégias de conservação das florestas serão discutidas em congresso

Luciene de Assis

O reflorestamento ambiental, na forma abordada pelo texto da nova Lei Florestal, será um dos temas do II Congresso Brasileiro de Reflorestamento Ambiental: Produção de Água, a se realizar em Guarapari, Espírito Santo, de 23 a 26 de outubro. O painel “Entendendo o novo Código Florestal” será apresentado pelo diretor do Departamento de Florestas do Ministério do Meio Ambiente, Fernando Tatagiba, na tarde desta terça-feira.

De acordo com os organizadores, os objetivos do evento incluem ampliar e aprofundar o debate entre os diferentes segmentos ligados ao assunto sobre os principais problemas e alternativas de soluções para o desenvolvimento do setor, além de conhecer as experiências de geração de renda com florestas ambientais, o estágio atual e as novas estratégias na implantação e conservação de florestas ambientais, e as tecnologias e experiências referentes à produção de água pelas florestas ambientais.

Os debates em busca de soluções para os desafios existentes no setor de floresta ambientais contarão com participação de professores, pesquisadores, extensionistas, fiscais, ambientalistas, estudantes de graduação e de pós-graduação, produtores rurais, e empresários, entre outros. Constam, também, da programação os minicursos “Geoprocessamento e cartografia aplicados ao setor florestal”; “Elaboração e gestão de projetos florestais” e “Metodologias e estratégias para a restauração de ecossistemas florestais”. Entre as atividades previstas está, ainda, a realização de uma visita técnica, em 26 de outubro, ao Projeto Florestas Piloto, em andamento no município de Alegre, Rio Grande do Sul.