Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > InforMMA > Notícias > Mês do consumo consciente
Início do conteúdo da página

Mês do consumo consciente

Paulo de Araújo/MMA Sacolas reutilizáveis: ajuda na redução do dano ambiental Sacolas reutilizáveis: ajuda na redução do dano ambiental
Para poder fazer escolhas mais adequadas, o consumidor deve ter informações sobre origem, composição, embalagem e destino final dos produtos

Letícia Verdi

No dia 15 de outubro é comemorado o Dia do Consumo Consciente. A data foi instituída pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), no Brasil, para conscientizar a população sobre os problemas socioambientais que os padrões atuais de produção e consumo estão causando ao planeta Terra e aos próprios seres humanos.

Para nortear as ações do governo nessa área, o MMA lançou, em 23 de novembro de 2011, o Plano de Produção e Consumo Sustentáveis (PPCS), documento que articula as ações de governo, do setor produtivo e da sociedade por um Brasil com padrões mais sustentáveis de produção e consumo.

O PPCS tem seis objetivos: fomentar no país as compras sustentáveis; promover a educação para o consumo sustentável; trabalhar a agenda ambiental na administração pública de forma a transformar os prédios e a gestão pública para que se tornem mais sustentáveis; trabalhar o varejo sustentável; aumentar a reciclagem e fomentar novas cadeias produtivas e torná-las fonte de renda para os catadores nos grandes centros.

A ORIGEM DE TUDO

Em 2003, o Brasil aderiu ao Processo de Marrakesh e o MMA comprometeu-se a promover o consumo sustentável como uma das diretrizes da pasta. O documento solicita e estimula que cada país membro das Nações Unidas, subscritor do processo, desenvolva seu plano de ação para promover o alcance de padrões sustentáveis de consumo e produção, alinhados com as necessidades de desenvolvimento social e econômico, dentro, porém, dos limites da capacidade ambiental.

No âmbito internacional, a organização não governamental “Consumers International” (CI) promoveu uma mobilização mundial (“Global Consumer Action Day”) no dia 15 de outubro de 2008, com o objetivo mostrar a importância da educação para o consumo sustentável. O movimento contou com a adesão de mais de 40 instituições membros da CI e outros grupos de consumidores em 33 países.

“Para fazer escolhas mais conscientes o consumidor deve buscar informações sobre a origem e o destino de tudo o que consome”, explica a analista ambiental Fernanda Capdeville, lotada no Departamento de Produção e Consumo Sustentável (DPCS) do MMA. “Pare hoje para repensar seus hábitos de consumo e suas atitudes como cidadão-consumidor”.

Como ser um consumidor consciente

  • Leve uma sacola de pano ou plástico reutilizável para o supermercado e evite as sacolinhas plásticas.
  • Priorize serviços e produtos de empresas com responsabilidade socioambiental.
  • Tente equilibrar a satisfação pessoal com o ambientalmente correto, socialmente justo e economicamente viável.
  • Consuma alimentos produzidos localmente e dê prioridade aos sem agrotóxico.

Dicas para um consumo consciente da água
(Fonte: Instituto Akatu)

  • Elimine os vazamentos – um buraco de 2 mm num cano de água desperdiça até 3.2 mil litros por dia, 96 mil por mês - o que representa a água potável para quatro pessoas por 33 anos.
  • Não deixe torneiras pingando: uma gota por segundo desperdiça em média 46 litros de água. Em um ano, são 16,5 mil litros.
  • Economize água no banho: diminua o tempo ou feche a torneira enquanto estiver se ensaboando. Em 10 minutos, são gastos em média 160 litros de água.
  • Escove os dentes com a torneira fechada. A cada dois minutos, são gastos 13 litros de água.
  • Vasos sanitários com caixa d’água acoplada e descarga diferenciada gastam menos água.
  • Instale torneiras com sensores automáticos (em prédios comerciais).
  • Use vassoura para limpar a calçada e o quintal de casa.
  • Use bacias ou a própria pia tampada para lavar a louça. Ao lavar a louça durante 15 minutos com a torneira aberta, gastam-se 240 litros de água.
Fim do conteúdo da página