Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > InforMMA > Mais Notícias > Na COP 24, Brasil apresenta ações de conservação florestal
Início do conteúdo da página

Notícias

Na COP 24, Brasil apresenta ações de conservação florestal

Abertura do Espaço Brasil na COP 24 destaca fiscalização e regularização ambiental. Total de 231 operações foram realizadas na Amazônia entre 2017 e 2018.
Publicado: Terça, 04 Dezembro 2018 16:20 Última modificação: Quinta, 06 Dezembro 2018 17:53 Autor: Alethea Brito Muniz
Crédito: Lucas Tolentino/MMA Renê de Oliveira apresenta, na COP 24, as ações de fiscalização do Ibama Renê de Oliveira apresenta, na COP 24, as ações de fiscalização do Ibama

Katowice (Polônia) - O Brasil apresentou nesta terça-feira (4), na Conferência do Clima (COP 24), os resultados das políticas de conservação ambiental do país. As medidas de combate ao desmatamento e de regularização ambiental foram debatidas no primeiro dia da programação do Espaço Brasil na COP 24, uma área montada pelo governo federal dentro da Conferência das Nações Unidas, que ocorre ao longo das duas próximas semanas, na Polônia.

Ao todo, 231 operações de fiscalização foram realizadas na Amazônia entre agosto de 2017 e julho de 2018, conforme os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) no Espaço Brasil na COP 24. Nesse período, foram embargados mais de 243 milhões de hectares nos nove estados com a presença do bioma, em um total de 6.192 autos de infração.

A forma de atuação do Ibama para alcançar os números também foi apresentada. O coordenador-geral de Fiscalização Ambiental, Renê de Oliveira, destacou que imagens de satélite estão, atualmente, entre as principais aliadas das ações de fiscalização. Com elas, é possível identificar os locais atingidos pelo desmatamento e, a partir daí, deslocar equipes para fiscalização. “As ações remotas têm tido o maior interesse por parte do Ibama”, afirmou.

REGULARIZAÇÃO

O Serviço Florestal Brasileiro (SFB) destacou os avanços do Cadastro Ambiental Rural (CAR), base de dados com informações georreferenciadas estratégicas para monitoramento e combate ao desmatamento. Até o momento, foram registrados mais de 466 milhões de hectares, em mais de 5,4 milhões de imóveis rurais, o que representa a quase totalidade do território brasileiro.

O cadastro possibilita a regularização ambiental dos imóveis rurais do país, em conformidade com a lei florestal. O CAR é obrigatório para todos os proprietários e posseiros e deve conter, por meio de uma declaração com imagens de satélite, informações como a delimitação das Áreas de Proteção Permanente (APP) e Reserva Legal (RL) e os remanescentes de vegetação nativa.

O Espaço Brasil na COP 24 também sediou discussões conduzidas pela Cooperação Técnica Alemã (GIZ) e pela Itaipu Binacional. O pavilhão é organizado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), SFB, Agência Nacional de Águas (ANA), Ministério das Relações Exteriores (MRE) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex).

A COP 24

Delegações dos mais de 190 países signatários da Convenção das Nações Unidas sobre Mudança do Clima estão reunidas em Katowice, na Polônia, com o objetivo de avançar em medidas internacionais para conter o aquecimento global. Marcada para ocorrer até o dia 14 de dezembro, a Conferência trabalhará, entre outras questões, na regulamentação do Acordo de Paris – pacto mundial para limitar o aumento da temperatura média do planeta a 2ºC, com esforços para limitar esse incremento a 1.5ºC.
 
 
 
 
 
 
 
Por Lucas Tolentino/ Ascom MMA, enviado especial a Katowice.

Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA)
(61) 2028-1227/ 1311/ 1437
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
 
Ler 529 vezes Última modificação emQuinta, 06 Dezembro 2018 17:53
Fim do conteúdo da página