Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Comunicação > Notícias - InforMMA
Início do conteúdo da página
 
Domingo, 18 Março 2018 22:00

Ministro inaugura espaço no Fórum da Água

Gilberto Soares/MMA
Abertura do espaço Expo

Sarney Filho ressalta que o evento mundial ocorre em momento oportuno para o Brasil, quando o país sofre com escassez hídrica.

 


Brasília (18/03/18) – "Um evento como este, o maior evento mundial sobre água, vai, naturalmente, chamar atenção sobre o tema. Mais do que isso, ele vai dar pistas, elementos e saídas para que a gente possa avançar no combate à crise hídrica no Brasil”, afirmou o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, durante a inauguração de espaço dedicado à divulgação das ações e políticas públicas ambientais brasileiras no 8º Fórum Mundial da Água, realizado até a próxima sexta-feira (23), em Brasília.

Sarney Filho explicou que o estande do Ministério do Meio Ambiente será um espaço democrático e estará aberto a toda a sociedade brasileira. Ele destacou que discutir novas experiências com o tema água é muito oportuno neste momento em que o país passa por uma escassez hídrica. "Vamos aprender bastante, mas também temos muito a ensinar. Temos grandes projetos para mostrar, como o Água Doce e o Plantadores de Rios”, enumerou. Durante toda a semana, técnicos do MMA estarão disponíveis no espaço para tirar dúvidas e falar sobre as ações da pasta.

O ministro também participou da abertura oficial do espaço Expo, local destinado aos pavilhões de países e empresas. Em seguida, fez o reconhecimento da área ao lado do governador de Brasilia, Rodrigo Rollemberg, do presidente do Comitê Organizador do Fórum, Paulo Sales, do presidente do Conselho Mundial da Água, Benedito Braga, e do diretor da Agência Nacional da Água (ANA), Ricado Andrade. "Estou bem impressionado. Por força do meu cargo, costumo ir a muitos encontros internacionais e posso dizer que esse é um dos mais bem organizados, um dos mais preparados”, reforçou o ministro.

EXPOSIÇÕES

As atividades do fórum serão concentradas no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, no Eixo Monumental, e no estádio Mané Garrincha, que fica ao lado, onde foi montada megaestrutura para abrigar a Vila Cidadã, a Feira e a Expo.

“Aqui no estádio nós teremos as exposições e o que os países estão fazendo de mais avançado. No Centro de Convenções, teremos os grandes debates, com especialistas, autoridades, sociedade civil, jovens, com a diversidade toda do planeta com o único objetivo de construir uma nova consciência em relação à água”, explicou Rodrigo Rollemberg.

DESMATAMENTO 

Durante a visita no segundo dia do Fórum Mundial da Água, Sarney Filho também destacou levantamento do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) que indica queda de 20% do desmatamento na Amazônia legal entre agosto de 2017 e janeiro de 2018, se comparado com o mesmo período do ano anterior. 

"Se não houver descontinuidade de ações de comando e controle, evidentemente vamos encerrar o ano com uma diminuição maior ainda. Isso nos abre uma perspectiva de que temos cumprido nosso compromisso de zerar o desmatamento ilegal na Amazônia até 2030. Essa é uma notícia importante para o debate porque a gente sabe que a Amazônia funciona como um distribuidor de água para o resto do continente”, destacou Sarney Filho. 

O FÓRUM 

Organizado pelo Conselho Mundial da Água, em parceria, entre outros, com o Ministério do Meio Ambiente e a Agência Nacional de Águas (ANA), o fórum é o maior evento global sobre o tema. Deverá reunir 10 mil congressistas e 45 mil visitantes. É a primeira vez que ocorre no Hemisfério Sul.

Segundo os organizadores, o fórum tem como objetivos "promover a conscientização, construir compromissos políticos e provocar ações em temas críticos relacionados à água para facilitar a sua conservação, proteção, desenvolvimento, planejamento, gestão e uso eficiente, em todas as dimensões, com base na sustentabilidade ambiental, para o benefício de toda a vida na terra".

MATÉRIA RELACIONADA:

Começa o 8º Fórum Mundial da Água

 

Por: Renata Meliga/ Ascom MMA


Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA)
(61) 2028-1227/ 1311/ 1437
imprensa@mma.gov.br

 

 

 



Fim do conteúdo da página