Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Comunicação > Notícias - InforMMA
Início do conteúdo da página
 
Sexta, 12 Maio 2017 16:00

Caravana Verde percorre Amazônia

Letícia Verdi/MMA
Resex Cazumbá-Iracema (AC)

ESPECIAL// Entre fevereiro e março, Sarney Filho e equipe percorreram a Amazônia Legal para fomentar ações contra o desmatamento. 


WALESKA BARBOSA

A Caravana Verde contra o desmatamento na Amazônia Legal está entre as principais iniciativas da gestão do ministro Sarney Filho, que completa um ano à frente do Ministério do Meio Ambiente. Entre fevereiro e março, o ministro, acompanhado por equipes do MMA e dos órgãos vinculados, visitou as capitais dos estados do Amazonas (08/02), Rondônia (09/02), Acre (09 e 10/02), Mato Grosso (16/02), Amapá (30/03) e Pará (31/03), com o objetivo de acompanhar as políticas de conservação, fiscalização e monitoramento do bioma. 

Em todos os estados visitados, Sarney Filho reforçou a estratégia do MMA para reduzir os índices de desmatamento. Além de ações de comando e controle, fazem parte da política a oferta de alternativas econômicas que possam viabilizar o desenvolvimento sustentável, o combate à pobreza e a inclusão social, por meio da manutenção “da floresta em pé”. 

AMAZONAS

No Amazonas, primeira parada da Caravana, Sarney Filho afirmou que para conter o aumento no desmatamento registrado nos últimos dois anos seria necessário firmar parceria com os governos da região. “Estou viajando para a Amazônia com uma grande equipe de dirigentes do MMA para conversar com os governadores", afirmou. 

Em Manaus, o ministro cumpriu agenda com o governador José Melo de Oliveira para o lançamento de programas voltados para a gestão ambiental, conservação de recursos naturais, desenvolvimento territorial e sustentabilidade na região.

RONDÔNIA

Em Rondônia, o ministro cumpriu agenda com o governador Confúcio Moura, quando anunciou a destinação de R$ 14 milhões para o Programa Paisagens Sustentáveis na.  Ele assinou uma carta de compromisso entre União, estado e municípios para reduzir o desmatamento em território. 

ACRE

No Acre, o ministro Sarney Filho entregou 200 certificados do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) aos moradores da Reserva Extrativista Cazumbá-Iracema, no município de Sena Madureira, onde foram entregues caixas de abelhas e mudas de plantas frutíferas à comunidade. Em Rio Branco, com o governador Tião Viana, o ministro oficializou a doação de um terreno para a construção da sede local do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). 

MATO GROSSO

O ministro Sarney Filho, junto com o governador Pedro Taques, estabeleceu novas medidas para a conservação da Floresta Amazônica e firmou um acordo de cooperação com o governo do estado para conter o desmatamento em áreas críticas. Com a medida, será criada uma base avançada de monitoramento e fiscalização que abrangerá cidades onde foram registradas as maiores taxas de desmatamento entre 2012 e 2015 e, em unidades de conservação e terras indígenas ao longo de rodovias como a BR-163. O Mato Grosso está entre os estados contemplados pelo projeto CAR-FIP no Cerrado, que destinará US$ 32,5 milhões para apoiar o Cadastro Ambiental Rural (CAR) no bioma. 

AMAPÁ

Em Macapá, o ministro Sarney Filho anunciou a liberação de R$ 12 milhões para as unidades de conservação situadas no estado. Sarney Filho e o governador do Amapá, Waldez Góes, assinaram portaria conjunta que cria um grupo de trabalho para captar recursos de compensação para o Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque, na fronteira com a Guiana Francesa. Ele anunciou o acordo de cooperação técnica que implantará o Sistema Nacional de Controle da Origem dos Produtos Florestais (Sinaflor) no Amapá.

Para os municípios amapaenses atingidos pelas cheias também, Sarney Filho autorizou a destinação de mais de 1,8 mil metros cúbicos de madeira apreendida em operações do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) no estado. O material será usado para reconstrução de casas e pontes em cidades como Macapá, Ferreira Gomes e Calçoene, além de restaurações na Capitania dos Portos e no 34º Batalhão de Infantaria de Selva no Amapá.

PARÁ 

Em Belém, Sarney Filho disse que as concessões florestais tiveram incremento de 22% nos últimos seis meses, e anunciou, durante encontro com parlamentares e autoridades do governo paraense, que o MMA intensificará as concessões florestais e as ações conjuntas de monitoramento para frear o desmatamento na Amazônia. O Pará conta, atualmente, com 868 mil hectares sob concessão florestal nas Flonas (Florestas Nacionais) Saracá-Taquera, Altamira, Crepori e Caxiuanã, com potencial de produção de 450 mil metros cúbicos por ano e geração de R$ 4 mil de receita para o estado e os municípios.

Na visita, ficou acordado que, ainda no primeiro semestre, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e o Batalhão de Polícia Ambiental do Pará assinarão acordo para intensificar as ações de controle sobre o desmatamento no estado. O instituto já participa de ações desta natureza na BR 163 e na Terra do Meio. 

Principais realizações da gestão Sarney Filho no Ministério do Meio Ambiente

 

MATÉRIAS RELACIONADAS – ESPECIAL UM ANO DE GESTÃO: 

Governo federal registra um ano de conquistas

CAR terá controle social por módulo de consulta 

Acordo de Paris avança na gestão Sarney Filho

Controle de origem para produtos florestais

 

Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA): (61) 2028-1227/ 1311/ 1437



Fim do conteúdo da página