Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Comunicação > Notícias - InforMMA
Início do conteúdo da página
 
Sexta, 12 Maio 2017 16:30

Final da Copa Verde promove sustentabilidade

Rafael Ribeiro/CBF
Arara vermelha: mascote

Competição de futebol é pioneira em conceito de sustentabilidade. A última partida acontece nesta terça-feira (16/05), em Belém.


LETÍCIA VERDI

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) uniu esforços com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para difundir ações de conservação do meio ambiente associadas à modalidade esportiva mais popular no Brasil e no mundo. A Copa Verde, campeonato pioneiro em sustentabilidade, encerra nesta terça-feira (16/05), em Belém, com o gerenciamento completo dos resíduos sólidos dos jogos e outras ações ambientais.

A final será no estádio Mangueirão em Belém (PA), entre os times Luverdense (MT) e Paysandu (PA) e contará com a presença de autoridades. Segundo o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, o apoio do MMA à Copa Verde é uma forma de ampliar o alcance das agendas ambientais junto à população, principalmente, jovens, por meio de ações de educação ambiental. A programação de encerramento do campeonato inclui oficinas de futebol e de consumo consciente para crianças.

RECICLÁVEIS

Catadores de cooperativas de materiais recicláveis irão coletar o material consumido e descartado pelos torcedores durante a partida. Até o momento, foi recolhida uma tonelada de recicláveis, entres filmes coloridos, papelão, garrafas PET, latinhas e copos plásticos. A iniciativa baseia-se na premissa de desenvolvimento sustentável e economia solidária da Política Nacional de Resíduos Sólidos. 

Parte do público dos jogos que já aconteceram doou materiais recicláveis em troca de três mil ingressos para os jogos. Dos 35 mil ingressos para a final de terça-feira, 10 mil serão confeccionados em papel-semente que, jogado em terra fértil, poderá brotar e se transformar em árvores. 

O campeonato sustentável, que está em sua quarta edição, foi considerado a primeira competição carbono zero do futebol mundial. O gás carbônico (CO2) emitido com a realização dos jogos será compensado com o plantio de 1,4 mil mudas nativas em estados da Amazônia Legal.  

Durante a final, serão distribuídos 1,5 mil copos (Meu Eco Copo) a mulheres e crianças, em homenagem ao Dia da Mães. 

CONCURSO

O MMA promoveu o II Concurso de Redação e Vídeos da Copa Verde, com o tema “rios voadores”. O nome refere-se às massas de vapor d`água que circulam na atmosfera carregadas por correntes de ar e contribuem para a formação de chuva. Os vencedores do concurso serão conhecidos também na terça-feira (16), antes da partida.

O torneio contou com 18 times, das regiões Norte e Centro-Oeste e do estado do Espírito Santo. O vencedor ingressará diretamente nas oitavas de final da Copa do Brasil de 2018. As disputas tiveram início no dia 29 de janeiro. O ganhador receberá dois troféus: um tradicional e um “vivo” - uma muda de árvore do bioma do vencedor para ser plantada na sede do clube. 

 

PROGRAMAÇÃO

Segunda-feira (15/05)

10h - Treinamento de professores para Festival de Futebol

Local: Centro Esportivo da Juventude (CEJU), ao lado do estádio Mangueirão

14h as 16h - Festival de Futebol com 100 crianças

Local: CEJU

Terça-feira (16/05)

9h às 12h - Oficina de Consumo Consciente com 50 crianças pelo Instituo Akatu

18 h - Abertura dos portões e distribuição do Meu Copo Eco para mulheres e crianças

19h30 - Cerimônia de premiação do Concurso de Vídeo e Redação

20h - Início da partida entre Paysandu e Luverdense

Local: Estádio do Mangueirão, Belém (PA)

 

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Final da Copa Verde terá gestão de resíduos

Jogo pelas Águas alerta sobre crise hídrica

Ministério formaliza apoio à Copa Verde 2017

Copa Verde recebe apoio do governo federal

 

Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA): (61) 2028-1227/ 1311/ 1437



Fim do conteúdo da página