Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Comunicação > Notícias - InforMMA
Início do conteúdo da página
 
Sexta, 12 Maio 2017 17:00

Sarney Filho visita reserva no Delta do Parnaíba

Ismael Cavalcante/Comissão Ilha Ativa
Mutirão faz plantio de mangue no MA.

Ministro participará do 1º Encontro dos Pescadores e Pescadoras da Resex e de mutirão de plantio no mangue da Lagoa Salgada (MA).


ELIANA LUCENA

O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, visitará neste sábado (13/5) a Reserva Marinha do Delta do Parnaíba, na divisa do Maranhão com o Piauí, onde será realizado, nos dias 12 e 13 de maio, o 1º Encontro dos Pescadores e Pescadoras da Resex. O objetivo do evento, no qual estarão representadas mais de 15 comunidades pesqueiras da região, é melhorar a gestão do território pesqueiro a partir de discussões sobre os direitos e deveres dos pescadores e pescadoras, os instrumentos de gestão e a ampliação da unidade de conservação.

Acompanhado do presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação (ICMBio), Ricardo Soavinski, o ministro participará do encerramento do evento na sede da Associação de Moradores e de Pescadores da Comunidade de Canárias. Sarney Filho também estará presente no mutirão de plantio das áreas de mangue da Lagoa Salgada, a ser realizado na Comunidade de Canárias, município de Araioses.

O plantio de mudas será feito pelas famílias beneficiárias do Programa Bolsa Verde, numa estratégia de recuperação de áreas para a manutenção dos recursos naturais e o seu uso sustentável, reforçando iniciativa já feita pelos pescadores.

O Bolsa Verde é um programa que apoia a superação da pobreza em unidades de conservação de uso sustentável, projetos de assentamento e outras áreas rurais, incentivando a preservação do meio ambiente e valorizando as comunidades que ajudam a manter a floresta em pé. Cabe ao MMA, a coordenação, execução e operacionalização do programa.

“O objetivo do Ministério do Meio Ambiente é apoiar cada vez mais as atividades e projetos que têm enfoque socioambiental, como vem ocorrendo na Resex do Parnaíba, onde a partir de discussões e envolvimento da comunidade estão sendo construídas ações com o objetivo de gerar renda e proteger o meio ambiente”, afirmou o ministro Sarney Filho.

PARTICIPANTES

Estarão presentes nos eventos os prefeitos dos municípios que abrangem a Reserva Extrativista de Ilha Grande de Santa Isabel, no Piauí, e Araioses e Água Doce, no Maranhão; representantes da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e Universidade Federal do Piauí (UFPI), que têm desenvolvido pesquisas em parceria com a gestão da unidade de conservação, além de lideranças pesqueiras das Resex de Canavieiras, Prainha do Canto Verde e Cururupu. 

Na Resex Marinha Delta do Parnaíba, criada em 2.000, vivem hoje aproximadamente 2.800 famílias espalhadas nas ilhas que ficam dentro dos limites da área protegida. A Resex foi criada para proteger os meios de vida, a cultura das populações da região, assegurar o uso sustentável e a proteção da riqueza biológica e genética, caracterizada por manguezais, restingas, caatinga litorânea, carnaubais, dunas, praias e lagoas, que abrigam uma fauna rica e diversificada, algumas ameaçadas de extinção como o peixe-boi marinho, tartarugas marinhas, mero, cavalo marinho e aves costeiras migratórias e residentes.

Além da pesca e da cata do caranguejo (especialmente do caranguejo-uçá), os moradores das comunidades praticam outras atividades tradicionais como a coleta de mariscos, retirada da carnaúba, aproveitamento de frutos, agricultura familiar e artesanato. 

TURISMO

A atividade turística na região cresceu consideravelmente nos últimos 10 anos, após o estímulo dado pelo roteiro "Rota das Emoções", que une e promove os destinos dos Lençóis Maranhenses, do Delta do Parnaíba e de Jericoacoara. O turismo ocorre em toda extensão do Delta do Parnaíba e a maior parte dos atrativos encontra-¬se dentro do território da Resex Marinha do Delta do Parnaíba.  

De acordo com informações do ICMBio, cerca de 100 mil pessoas visitam a região a cada ano e as comunidades locais têm manifestado interesse em desenvolver atividades relacionadas ao turismo para complementação de renda.

 

Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA): (61) 2028-1227/ 1311/ 1437



Fim do conteúdo da página